Chausie: gato grande, ativo, de visual selvagem; mas é amoroso

Grande híbrido, o Chausie é mistura do gato da selva (Felis jungle) com o doméstico (Felis silvestris catus). Por isso, traz características físicas e de personalidade que merecem mais atenção. Eu conto tudo neste post…

Para você ter uma ideia do tamanho do bichano, um Chausie totalmente crescido pesa até 6,8 kg (macho). É uma raça de corpo atlético, pernas longas, orelhas grandes e peito profundo, também conhecida como montaña cougar, stone cougar e selva curl.

As boas capacidades de caçar e pular são destaques nesses felinos. Corajosos e curiosos, eles podem ter problemas, por exemplo, se houver acesso fácil para a rua.

Por vários motivos, é um gato que precisa receber mais atenção e tempo de seus tutores, especialmente nas brincadeiras interativas. O alto nível de atividade do Chausie, quando não satisfeito, pode despertar seu lado destrutivo. Então, é melhor evitar que o bichano fique entediado.

Embora tenha personalidade de um gato comum, o temperamento de seu ancestral selvagem às vezes interfere em sua maneira de agir. A dica é treiná-lo para a vida doméstica, pois é fiel e muito inteligente.

Além disso, é capaz de criar laços fortes com sua família humana, e não gosta de passar longos períodos sozinho. O felino Chausie é sociável, bastante apegado às pessoas, e é indicado principalmente para residências com gente bem-ativa.

Apesar de ser amoroso, requer apenas uma certa supervisão em relação a crianças, já que algumas “brincadeiras” delas podem irritar o gato. Razão pela qual é preferível tê-lo em lares com crianças maiores, que geralmente são mais cuidadosas.

O Chausie (de pronuncia “chow-see”) é ideal ainda para os mais experientes na criação de gatos e pessoas com outros animais de estimação. No entanto, embora a convivência com os demais pets possa ser boa, é importante que a amizade seja conduzida de forma gradual.

Chausie: características físicas

Elegante e selvagem; corpo longo, esbelto e alto, do tipo atlético. Seus músculos são fortes e firmes. Conta com pernas médias, bem-desenvolvidas, sendo as traseiras um pouco mais longas dos que as dianteiras.

O peito desse gato é profundo – para acomodar seus pulmões, característica esta responsável pelas habilidades e alta atividade do animal. É fácil perceber que sua constituição física foi feita para correr e saltar. Assim é a aparência do Chausie, um felino de porte médio para grande criado para lembrar o gato da selva, misturando proporção e graça.

O aspecto selvagem do bichano traz também uma cabeça em forma de cunha alterada, com maçãs do rosto angulares e altas. E orelhas retas, largas, geralmente com tufos de pelo, localizadas mais ao alto e inseridas próximas. Normalmente, sua cauda é discretamente curta em relação ao comprimento do corpo, porém, o tamanho dela é variável.

Os olhos desse gato grandalhão e enérgico são ovalados, levemente redondos embaixo e achatados na parte superior, de tamanho médio; a cor ideal é amarela ou ouro, mas o tom pode ir do verde ao castanho.

A raça Chausie é aceita em três cores: marrom com padrão ticked malhado; cinza malhado; e preto sólido – mais suave ao toque do que os outros. É uma pelagem curta, contudo, longa o suficiente para trazer ticking, isto é, várias tonalidades no mesmo pelo. Ao toque, é áspera, e apresenta subpelo suave e denso.

A manutenção dos pelos do gato Chausie é muito simples. Basta uma escovação por semana para deixar o pet com visual saudável e bonito. Fora isso, requer todos os cuidados dos outros, tais como vacinas e idas ao veterinário.

Se você ficou interessado no Chausie, saiba que, por ser uma raça híbrida, os machos tendem a ser inférteis até a quarta/quinta geração depois do cruzamento com o gato selvagem. Hoje, as únicas raças que podem ser cruzadas para conseguir um Chausie são o abissínio e o domestic shorthair.

Até o próximo post!

Leave a Reply