Ganhar confiança de gato é fácil com estas 7 dicas!

Independente, sim; afetuoso e sociável, também. Mas se, por algum motivo, seu bichano anda meio esquisito ou você adotou um e está aprendendo a lidar com ele, veja agora como ganhar confiança de gato!

1. Entenda (e aceite) seu jeitinho de ser – não espere que um gato aprenda no ritmo do cachorro; ele costuma ser mais lento, inclusive nas reações às recompensas. Seja paciente, nunca force a barra, e lembre-se: ele não fará o que você quer se não entender o benefício que terá com isso. Portanto, nem sempre reagirá como você espera.

Tutores mais calmos, silenciosos e pouco insistentes são mais propensos ao sucesso quando o assunto é ganhar confiança de gato. Fica a dica!

2. Garanta um lugar seguro para ele – o bichano precisa da sensação de que é importante na sua vida, que você providenciará tudo para o bem-estar dele e que tem um cantinho seguro para viver. Assim, provavelmente ficará confortável ao seu lado.

Colocar a caixa de areia dele em um lugar tranquilo pode ajudar, de forma que possa se esconder e fazer suas necessidades sem a sensação de estar sendo vigiado constantemente. Vale a pena ainda investir ainda em prateleiras, lugares altos para subir e arranhadores.

3. Água e comida com toques de carinho – é óbvio? Não custa nada reforçar que atender às necessidades básicas é imprescindível para ganhar confiança de gato. Mas o truque ao oferecer comida nas primeiras vezes após sua chegada (ou reaproximação) é dizer seu nome enquanto faz isso, com suavidade.

Se o felino chegar junto, faça carinho antes que comece a comer. É uma maneira de deixar a convivência mais agradável por associar a comida a você, sua voz doce e seus gestos amorosos.

Aliás, associação positiva em relação a você deverá ser estimulada ao máximo. Como? Além de alimento e chamego, oferecendo brincadeiras, enfim, experiências boas, proporcionadas por comportamentos e itens agradáveis.

Tá pensando que acabou? Na segunda parte deste post, trago mais truques para ganhar confiança de gato pouco a pouco. Não perca!

Ganhar confiança de gato: mais dicas infalíveis

4. Ajude-o a relaxar quando estiver estressado – curiosos, desconfiados e nervosos por natureza, os gatos precisam de uma dose extra de calma quando o estresse chegar a um ponto inesperado.

Suas atitudes e palavras ajudam, contudo, um segredinho para diminuir a tensão é espalhar feromônios sintéticos pela casa em difusores que lembram os utilizados nos ambientadores domésticos. E coloque-os principalmente nos lugares prediletos de seu amigo de patas.

5. Evite o contato visual – para nós, olhar nos olhos pode ser bacana, porém, os felinos interpretam isso como algo desafiador. Então, no começo do relacionamento, é melhor olhar para outro lado, evitando que o animal fique nervoso.

Se você usa óculos, outro segredo é retirar o acessório quando estiver com o gato, pois ele verá seus olhos enormes através de certas lentes. Isso não só assusta o pet como, também, ajuda a afastá-lo de você.

6. Tempo, um ótimo remédio – quando houver uma mudança na rotina, uma alteração como uma experiência nova ou partida de um parente, é essencial dar algum tempo ao bichano para ele se adaptar à situação. E nunca impor qualquer obrigação como sair de onde estiver escondido, por exemplo.

7. Evite castigo – a punição aumenta a ansiedade do animal e ainda faz com que ele associe você a coisas negativas. Com isso, ficará ainda mais inseguro ou inibido, piorando a relação. O recomendado ao educar um gato é investir no reforço de condutas positivas e, se aparecerem problemas de comportamento, procurar as causas – e, claro, auxílio de quem entende do assunto.

Atenção: este post tem função de informar. Não substitui acompanhamento veterinário e outros serviços especializados. Consulte sempre um profissional capacitado para obter diagnósticos, tratamentos e/ou treinamentos adequados.

Até breve!

 

Imagens: Pixabay

Leave a Reply