Peixe Betta: saiba como cuidar deste lindo animal

Exuberante, brigão, barato, fácil de manter, resistente…Não faltam adjetivos para descrever o Peixe Betta, um dos mais procurados para criação doméstica. Descubra hoje sua personalidade, encantos – e como cuidar dele. É só ficar ligado neste artigo até o fim!

O Peixe Betta é conhecido como peixe-de-briga siamês, lutador ou combatente. Tudo por causa da agressividade dele em relação a seus companheiros de espécie. Originário do Sudeste Asiático, o Betta splendens é uma variedade de peixe da família Osphronemidae e do gênero Betta.

Generosas barbatanas e escamas coloridas. É praticamente impossível o Peixe Betta não chamar atenção, até de quem não é exatamente apaixonado por espécies aquáticas. As crianças, então, ficam completamente fascinadas por ele, e normalmente o Peixe Betta é o primeiro animal de estimação delas.

O fato de ser um pet barato, forte, fácil de lidar e de baixa manutenção ajuda a impulsionar o interesse pelo Peixe Betta, que é considerado ainda o mais bonito entre os de água doce.

Não é à toa que o Peixe Betta é, há tempos, um dos mais populares nas residências brasileiras. Porém, não dar muito trabalho não significa que possa ter cuidados negligenciados. Antes de comprar um Peixe Betta, portanto, é bom ter certeza de que possui condições de criá-lo.

Afinal, é um ser vivo, embora exija menos atenção do que um cachorro ou gato, por exemplo. É um ser capaz de viver até 10 anos se for bem-tratado. Levar um animal para casa é assumir um compromisso, ok?

Peixe Betta: como escolher e criar

Se você tem interesse em criar um Peixe Betta, fique atento na hora de escolher o seu. Confira se a cor dele está viva, se as barbatanas estão integras, sem machuchados, e como é a resposta do animal a interações.

Checar sua aparência e comportamento ajudam a perceber as reais condições de saúde do animal antes de levá-lo para casa. Na dúvida, peça ajuda a um vendedor de sua confiança.

Os conselhos pré-compra também servem para o dia a dia, combinado? E qualquer sinal de anormalidade deve ser avaliado por um veterinário para um diagnóstico preciso.

Por falar em rotina, uma das dúvidas mais frequentes é sobre a alimentação do Peixe Betta. Tanto machos quanto fêmeas gostam de comida viva (larva de camarão, de mosquito) e Daphnia (pulga d´água), entre outras. É o menu que eles encontram na natureza.

Mesmo que o Peixe Betta receba ração de qualidade, é importante fornecer alimentos vivos pelo menos uma vez por semana. Por exemplo: artêmias salinas, vendidas em algumas lojas de aquarismo, ou larva de mosquito.

Em geral, filhotes devem ser alimentados duas vezes por dia; enquanto os adultos só precisam de uma refeição diária. Caso deseje oferecer duas, o recomendado é cortar pela metade a quantidade de alimentos. Peixe Betta é um animal forte, capaz de passar dias sem comer. Convém não exagerar para não resultar em sobrepeso.

Outro motivo para não passar do ponto na quantidade de comida é que isso tende a criar bactérias na água, provocando doenças no Peixe Betta. Evite sobras que poluem a água dando uma porção que seja totalmente consumida em no máximo 2 minutos.

Peixe Betta: curiosidades e outras dicas

  • Sabia que o Peixe Betta é tão resistente que não exige bombas de ar nos aquários, ao contrário da maioria? Entretanto, é essencial trocar a água no mínimo uma vez por semana. Para limpeza do aquário, basta usar esponja limpa e água corrente.
  • Antes de comprar os casais de Peixe Betta, prepare o aquário. A água precisa descansar por dois dias com as plantas decorativas. Depois, aos poucos, vá misturando essa água com a do saquinho, aquela que vem com o peixe. Assim, você consegue pH e temperatura iguais aos de origem.
  • Peixe Betta precisa de treino! Sim, o indicado é exercitar o animal a cada 7 dias, no mínimo. Para isso, você pode colocar ao lado outro aquário com Betta ou um espelho, deixando o peixe abrir suas lindas nadadeiras.

Aviso: este post tem função de informar; não substitui cuidados profissionais específicos. Consulte sempre um especialista para manter seu animal de estimação saudável.

Até o próximo artigo!

 

Imagens: Pixabay

Leave a Reply