Aves Curiosidades Papagaio

Como saber o sexo de um papagaio?

Como saber o sexo de um papagaio? Esta não é uma tarefa simples nas aves em geral. Às vezes, mesmo depois de chegar a uma conclusão, talvez ela nem esteja correta, dependendo do método utilizado. Hoje vou mostrar alguns deles…

Geralmente, quando compramos um papagaio, seu sexo é um mistério. E pode permanecer um verdadeiro enigma durante anos. Não é raro passar um tempo chamando o animal por um nome feminino e só descobrir, muito depois, que se trata de um macho, e vice-versa.

Assim como acontece em várias espécies do gênero, os órgãos reprodutores do papagaio não são visíveis, são internos. Está explicada a dificuldade!

Como saber o sexo de um papagaio? Antes de começar a enumerar as técnicas e recursos disponíveis para desvendar isso, preciso lembrar que, ao falar de papagaios, em geral, nos referimos à família dos Psittaciformes, um grupo no qual estão os louros e, também, periquitos e araras.

São pássaros conhecidos como “aves de bico curvo”. Neles, os atributos chamados de caracteres sexuais secundários não estão diretamente ligados ao aparelho reprodutor, mas existe diferença em tais características nos machos e fêmeas.

Os caracteres secundários surgem na puberdade e ficam mais destacados na fase adulta. Um exemplo disso em nós humanos é a voz, que não possui relação estreita com o órgão reprodutor.

Contudo, ela tende a ser mais grave nos homens e mais aguda nas mulheres. Apesar das exceções, é fácil diferenciar se é uma mulher ou um homem que está falando.

No mundo animal, ocorre o mesmo – não com a voz, mas com a cor ou o tamanho da plumagem, entre outras características. Como saber o sexo de um papagaio? Os papagaios machos costumam ser maiores, a apresentar cabeça mais alongada e mais cores.

Outro ponto capaz de diferenciar o louro macho de uma fêmea é a maior agressividade delas.

Um jeito de tentar esclarecer o mistério é esperar o animal chegar à maturidade sexual – o que acontece entre um e dois anos de idade em muitas espécies de papagaios, tanto no caso do macho quanto da fêmea.

Depois disso, praticamente todas começam a pôr ovos. Se a ave não fizer isso, a dúvida sobre o sexo dela continuará, pois nem todas colocam, é bom reforçar. Então, é natural prosseguir perguntando: “Como saber o sexo de um papagaio?”.

Apesar de a identificação das características sexuais secundárias ser uma maneira de distinguir o sexo, ela não é excludente, sendo preciso recorrer a outras estratégias. Conheça algumas delas:

1 – Palpação púbica: é um dos métodos mais utilizados porque não requer ida ao veterinário e pode ser aplicado em animais jovens. Apesar da economia e praticidade da técnica, seu resultado não é 100% garantido.

A palpação acontece assim: você pega o pássaro com cuidado, coloca a ave de barriga para baixo e toca delicadamente seus ossos pélvicos, logo acima do ânus.

Se houver um vazio, uma separação entre os ossos com até mais de meio centímetro, tem boa chance de ser uma fêmea, pois o espaço é por onde o ovo deverá passar. No entanto, o papagaio pode ter a separação e ela não ser percebida.

2 – Exame de DNA: este é um dos três jeitos de saber o sexo do papagaio com ajuda do veterinário. E com eles o resultado é certo…

Com uma amostra de sangue ou das penas da ave, é possível verificar em laboratório os genes que condicionam o sexo, e que são diferentes nas fêmeas e nos machos. O estudo do DNA também permite identificar doenças genéticas e o pedigree do animal (neste caso, se houver amostra dos pais dele).

3 – Análise hormonal: outra forma – bastante eficaz – de analisar o sangue, ou melhor, os hormônios contidos nele para avaliar sua quantidade. Assim, é mais fácil responder à questão “Como saber o sexo de um papagaio?”.

4 – Endoscopia: consiste em introduzir uma pequena câmera no animal para analisar seus órgãos reprodutores. O método requer sedação da ave, mas identifica o gênero definitivamente.

Como saber o sexo de um papagaio? Aproveite as dicas de hoje para escolher o modo mais conveniente e boa sorte!

Até breve…

Faça um Comentário