Curiosidades Mamíferos

Girafas: segredos dos animais mais altos do mundo

O longo pescoço, as pernas esbeltas e o grande porte chamam atenção de longe. Aparentemente lentas, as Girafas são capazes de correr bem quando necessário. Veja estas e outras curiosidades sobre elas agora mesmo!

A girafa é um mamífero ruminante que habita áreas secas e com árvores dispersas, nas savanas africanas. É no sul deserto do Saara que elas vivem em grupos de cinco a dez animais, aproximadamente.

A maioria dos bandos é composta por fêmeas, com alguns machos para favorecer a reprodução e, possivelmente, comandar a turma. Tudo indica que há briga entre eles para ver quem assume a liderança. Uma disputa que inclui emitir sons parecidos com mugidos.

As Girafas passam a maior parte do tempo comendo folhas das copas das árvores, um trabalho facilitado, claro, pelo enorme pescoço. Dizem que elas ingerem centenas de folhas por semana, apesar de não ser fácil encontrar alimento.

É comum ter que percorrer quilômetros para fazer uma refeição. Falando em comer, a tarefa é mais simples graças à flexível língua das Girafas, que mede entre 40 e 53 cm.

Com ajuda do lábio superior, ela consegue arrancar as folhas dos ramos mais altos de acácias, o menu predileto. Na cor preta ou azulada, a língua “abraça” o alimento e o conduz até a boca. De fato, uma ferramenta muito útil.

Os machos adultos podem atingir 6m de altura, sendo 2m somente de pescoço. Sua altura ajuda a enxergar perigos e, com isso, avisar às demais Girafas do bando. Dá uma olhada na foto abaixo, que animais lindos e incríveis!

Girafas: mais sobre comportamento e características físicas

Apesar do tamanho, sabia que as Girafas são animais rápidos, capazes de correr a uma velocidade de 45 km/h? Dizem que atingem os 60 km/h em arrancada para fugir de um predador, por exemplo. As pernas, que chegam a 1,80 m, certamente contribuem, concorda?

Já a caminhada é com passo travado, levantando as duas pernas do mesmo lado ao mesmo tempo – o que é chamado de andadura.

Tudo nelas é realmente grande, e impressionante! Só não o tempo de repouso, afinal, dormem em média 3h por dia. Há quem diga que as Girafas nunca dormem! Mas não é bem assim…

As Girafas estão sempre à espreita, de olho em tudo para não virarem comida de leão. Contudo, elas dormem, por períodos curtos, de no máximo 20 minutos.

Outro destaque é a pelagem rosada ou amarelada que cobre todo o corpo da Girafa, trazendo ainda manchas de cor marrom e enorme variedade de desenhos. Cada exemplar tem seu próprio padrão de marcas. É exclusividade que fala, né?

Mas todos, machos e fêmeas, apresentam de dois a quatro pequenos chifres. As estruturas rombudas chamadas ossicones são cobertas de pelos com aspecto de veludo e mais pronunciadas nos machos, alongando ainda mais sua estatura. Para completar, na cabeça das Girafas existe uma crista em forma de bola, proporcionando-lhes um toque jovial e gracioso.

As principais espécies são: girafa angolana, girafa reticulada, girafa Núbia, girafa sul-africana e girafa masai.

Na natureza, seus predadores na fase adulta são leopardos e leões; enquanto os filhotes das Girafas são alvos fáceis, além destes, também de hienas, crocodilos e cachorros selvagens.

Tímidas, as Girafas evitam confronto e emitem poucos sons, sempre em tom muito baixo, exceto quando querem alertar sobre perigos ou se um filhote está perdido. Entretanto, podem usar suas patadas mortais quando são encurraladas ou ameaçadas, especialmente para defender suas crias.

A pele grossa e resistente da Girafa fez com que o interesse na caça dela aumentasse, mas hoje o animal é protegido. Que bom! E o QC Animais torce para que continue assim!

Até breve com mais um conteúdo caprichado sobre os bichos, seus comportamentos e curiosidades.

Espero você aqui! Ah! E não esquece de compartilhar o post com seus amigos…

 

 

Imagens: Pixabay

Faça um Comentário