Aranha Pavão: macho colorido seduz com dança

Aracnídeos são animais assustadores, certo? Errado! Pelo menos não no caso da Aranha Pavão, uma criaturinha adorável que você precisa conhecer. É só ficar ligado no artigo de hoje até o final para saber do que estou falando…

Para começar, os machos da espécie usam todas as estratégias possíveis para impressionar suas pretendentes. São capazes de verdadeiras coreografias sedutoras que incluem bater palmas, levantar as pernas e, ainda, mudar de forma.

Um balé amoroso que fica ainda mais interessante por causa das cores vibrantes desses bichos minúsculos no tamanho, mas grandes estrelas no reino dos invertebrados.

Estou falando dos “rapazes”, pois as “mocinhas” são pardas e discretas, como a maioria das fêmeas na natureza. Já os machos, assim como os pavões, exibem suas caudas na intenção de cortejar as parceiras.

É bom caprichar mesmo! Afinal, se a dança do acasalamento não for bem-sucedida, segundo a avaliação da fêmea, o castigo pode ser a própria vida do galanteador. Se ela não ficar interessada no exibido de plantão, poderá atacar o pretendente até matá-lo. Exigente que fala, né?

A Aranha Pavão, que conta com menos de 5 milímetros de comprimento, não atrai somente semelhantes… Existe vídeo dessa espécie na internet com mais de 7 milhões de visualizações (vou deixar o link no final deste post, ok?).

Descoberta na Austrália no século 19, a Aranha Pavão tem esse nome devido sua aparência, contudo, na verdade, é o apelido dado aos animais do gênero Maratus.

Outro dado curioso é que o país é lar das aranhas mais perigosas do mundo e, ao mesmo tempo, da mais fofa.

São muitas as espécies de Maratus descritas pelos cientistas ao longo dos anos. Entretanto, o status de superstar elas conseguiram a partir de 2005, quando um biólogo e fotógrafo alemão chamado Jürgen Otto chegou em Sydney.

Passeando pelo Parque Nacional Ku-ring-gai Chase, Otto notou que uma pequena criatura colorida pulou a sua frente. Era a Aranha Pavão da espécie Maratus volans, descobriria ele depois.

O encontro mudou a vida do biólogo, que passou a dedicar suas horas livres ao estudo dessas aranhas encantadoras – a ponto de criar um espaço em casa somente para fazer imagens dos aracnídeos.

O filme mais assistido é a dança de acasalamento de Maratus speciosus. Com mais de 7 milhões de visualizações neste momento, o bichinho é considerado a maior celebridade das produções do pesquisador.

Aranha Pavão: conheça melhor suas variedades incríveis!

Existem sete espécies de Aranha Pavão; todas elas parecem ter saltado de filmes de animação infantis. Contando com subespécies, são aproximadamente 67 aranhas desse tipo. Veja alguns exemplos:

  1. Maratus sapphirus – possui dois pontos na cor azul brilhante, que parecem safiras. Também é conhecida como Sapphire Coast.
  2. Maratus cristatus – sua característica principal é a presença de oito tufos de pelo branco, além de belo padrão que mistura tons de azul leitoso e laranja escuro.
  3. Maratus trigonus – apesar da parte posterior de seu corpo (opisossoma) ser redondo, assume a forma de triângulo durante o cortejo.
  4. Maratus electricus – o detalhe interessante é que seu opisossoma não dispõe de abas, como é comum acontecer na espécie.
  5. Maratus nimbus – ao contrário de outros exemplares, sua cor é tênue, do tipo pastel, com um padrão branco sobre um fundo em azul pálido. Por lembrar as nuvens do céu, ganhou o nome Maratus nimbus.
  6. Maratus gemmifer – falando em nome, este significa “a portadora de joias”. O motivo: as abas da Maratus gemmifer têm aspecto de gemas luminosas.
  7. Maratus melindae corus – faz parte da mesma espécie da Aranha Pavão anterior, porém, apesar da grande semelhança, não possui duas marcas cintilantes e, sim, uma mancha branca na parte traseira da cabeça.

Agora, confira a dancinha do macho Maratus speciosus, na produção do biólogo Jürgen Otto clicando aqui!

Divirta-se!
Até o próximo post!

 

Imagens: Jean and Fred – Flickr CCO

Leave a Reply