Animais vertebrados e invertebrados: veja diferenças

Falar de animais vertebrados e invertebrados é explorar um mundo de formas, cores, condições físicas e geográficas. São aves, mamíferos, répteis, peixes, insetos e outros bichos, cada um com sua beleza e importância na natureza. Até rimou! Vem comigo entender a diferença entre eles e muito mais!

Começo pelos vertebrados (filo chordata) que, por definição, são aqueles cuja característica principal é a presença da medula espinhal e da coluna vertebral. Provavelmente, surgiram há cerca de 450 milhões de anos.

A palavra vertebrado vem do latim “vertebratus” e quer dizer “presença de vértebras”. No entanto, existem exceções, sabia? Por exemplo: os ágnatos ou ciclostomados, que são peixes primitivos desprovidos de mandíbulas e maxilas. É do caso das lampreias, mixinas e ostracodermes.

Considerados os organismos mais avançados do planeta, também contam com músculos e esqueleto. É justamente essa combinação de elementos que faz esses seres vivos realizarem movimentos complexos. E, além da habilidade física, são dotados de inteligência.

Então, entre animais vertebrados e invertebrados, está claro que os primeiros levam vantagem. E nós, claro, estamos no grupo dos privilegiados, assim como pássaros, marsupiais, lagartos, cavalos, tartarugas marinhas, vacas etc.

Obviamente, nosso sistema nervoso conta com um cérebro maior, fornecendo particularidades que nos permitem ir mais longe, inclusive na troca de informações entre as várias partes do organismo.

Nos vertebrados inferiores, o cérebro controla principalmente as funções dos órgãos sensoriais. Mas a maioria dos animais vertebrados apresenta sistema nervoso bem-desenvolvido, incluindo a medula espinhal.

Porém, nem tudo são flores, como diz o velho ditado…

Os vertebrados trazem limitações em relação aos invertebrados. Uma delas é o número, uma vez que existem cerca de 50 mil espécies de vertebrados, uma quantidade bastante inferior aos que não trazem vértebras.

Uma das razões é simples de entender: os vertebrados geralmente são maiores e, portanto, ocupam mais espaço.

Alguns animais vertebrados:

  • Anfíbios: rã, tritão, sapo e salamandra, entre outros.
  • Aves: peru, gavião, papagaio, urubu, cegonha, galinha, pato, marreco, ganso etc.
  • Mamíferos: tigre, lontra, urso, gato, cachorro, girafa, baleia, macaco, onça, tamanduá, hipopótamo, leão, jaguatirica, ariranha etc.
  • Peixes: tubarão, sardinha, cação, peixe-beta, tucunaré, pirarucu, lambari e bagre, por exemplo.
  • Répteis: cobras, tartarugas, iguanas, jacaré, serpentes, entre outros.

Animais vertebrados e invertebrados: saiba mais

Animais vertebrados e invertebrados têm diferenças interessantes, entre elas o fato do segundo grupo não dispor de crânio e nem de coluna dorsal. Muitos deles possuem corpo mole; enquanto outros, como os artrópodes, são famosos por seu exoesqueleto de calcário.

O exoesqueleto de alguns invertebrados cumpre funções associadas às do esqueleto interno dos vertebrados. Seus objetivos também são sustentar e favorecer a locomoção – e, claro, proteger os animais.

Além dos artrópodes, os invertebrados são divididos ainda nos seguintes filos: anelídeos, cnidários, equinodermos, moluscos, nematelmintos, platelmintos e poríferos.

Confira os mais famosos:

  • Anelídeos: minhocas, poliquetas e sanguessugas.
  • Artrópodes: aranhas.
  • Celenterados: corais, água-viva e pólipos.
  • Crustáceos: camarões, lagostas e cracas.
  • Equinodermos: estrelas-do-mar, ouriços-do-mar.
  • Insetos: vespas, formigas, borboletas, baratas, gafanhotos, grilos, mosquitos, percevejos, abelhas, besouros etc.
  • Moluscos: mariscos, caracóis, lulas e polvos.
  • Nematódeos: lombrigas, tênia e chacalote.
  • Platelmintos: vermes, parasitas.
  • Poríferos: esponjas do mar

Como falei no começo, os invertebrados estão em maior número no planeta, representando 97% das espécies. Isto é, cerca de 1,5 milhão!

Quanto ao processo de evolução, os pesquisadores não chegaram a uma conclusão sobre como esses bichos apareceram. As teorias mais conhecidas são a de um possível ancestral unicelular primitivo ou surgimento através de diferentes origens.

Seja qual for a justificativa, animais vertebrados e invertebrados, cada um a sua maneira, têm valores incalculáveis, fazem parte de um complexo e importante ecossistema, concorda?

Até breve!

 

 

Imagens: Pixabay

Leave a Reply